04. Contato Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. contato@avantefilmes.com +55 51 3029 3391 Facebook - Twitter - Tumblr
A Avante Filmes foi fundada em 2010, no intuito de fazer filmes para entender e experimentar o mundo ao nosso redor. De lá pra cá realizamos longas, curtas, videoclipes, séries para TV e festivais de cinema que circularam por todos continentes e dialogaram com as mais diferentes sociedades. Sempre pensando em nossa relação com o mundo e nossos desejos enquanto artistas, nossa vontade de seguir produzindo só aumentou desde então.
Sempre acreditamos que cinema se faz com amizade, afeto e dedicação. Seguindo essa máxima, ainda durante a faculdade, criamos a Avante Filmes. Nós três, com a colaboração de muitos outros parceiros, produzimos os longas-metragens "Tinta Bruta" e "Beira-Mar", curtas como "Um Diálogo de Ballet" e "Quarto Vazio", os festivais Close e Diálogo de Cinema, além de séries para televisão e videoclipes. Não paramos por aí. Seguimos avante!
Filipe Matzembacher
Roteiro e Direção
Filipe Matzembacher é um diretor, roteirista e produtor de Porto Alegre e graduado em Produção Audiovisual - Cinema na PUC-RS. Além de curtas-metragens, já realizou duas minisséries, videoclipes, programação para festivais e mostras de cinema. "Beira-Mar", seu primeiro longa-metragem estreou no Festival de Berlim em 2015 e foi exibido em dezenas de festivais internacionais. No Brasil estreou no Festival do Rio, onde recebeu os prêmios de "Melhor Filme - Novos Rumos" e "Prêmio Especial do Júri - Júri Felix". Em 2018 lançou seu segundo longa, "Tinta Bruta", também estreou no Festival de Berlim, onde foi premiado como "Melhor Filme - Teddy Award" e "Melhor Filme - Júri C.I.C.A.E". No Brasil teve sua estreia no Festival do Rio, onde recebeu quatro prêmios na competição oficial: Melhor Filme, Roteiro, Ator e Ator Coadjuvante. Ambos os filmes tiveram ampla distribuição em diversos países. Em 2019 participou do júri do Queer Palm, no Festival de Cannes, e dirigiu o videoclipe "Me Destrói", do cantor Thiago Pethit. Sempre co-dirigindo e co-escrevendo junto de Marcio Reolon, atualmente desenvolvem seu terceiro longa-metragem.
Marcio Reolon
Roteiro, Direção e Produção
Marcio Reolon é um diretor, roteirista, ator e produtor de Porto Alegre e graduado em Produção Audiovisual - Cinema, na PUC-RS. Além de curtas-metragens, já realizou duas minisséries, videoclipes, programação para festivais e mostras de cinema. "Beira-Mar", seu primeiro longa-metragem estreou no Festival de Berlim em 2015 e foi exibido em dezenas de festivais internacionais. No Brasil estreou no Festival do Rio, onde recebeu os prêmios de "Melhor Filme - Novos Rumos" e "Prêmio Especial do Júri - Júri Felix". Em 2018 lançou seu segundo longa, "Tinta Bruta", também estreou no Festival de Berlim, onde foi premiado como "Melhor Filme - Teddy Award" e "Melhor Filme - Júri C.I.C.A.E". No Brasil teve sua estreia no Festival do Rio, onde recebeu quatro prêmios na competição oficial: Melhor Filme, Roteiro, Ator e Ator Coadjuvante. Ambos os filmes tiveram ampla distribuição em diversos países. Em 2019 participou do júri do Queer Palm, no Festival de Cannes, e dirigiu o videoclipe "Me Destrói", do cantor Thiago Pethit. Sempre co-dirigindo e co-escrevendo junto de Filipe Matzembacher, atualmente desenvolvem seu terceiro longa-metragem.
Germano de Oliveira
Roteiro, Direção e Finalização
Nascido em Campo Bom, no interior do Rio Grande do Sul, vive em Porto Alegre desde 2011. Graduado em Realização Audiovisual pela UNISINOS, e mestre em Comunicação Social pela PUCRS, com pesquisa sobre o ato de olhar filmado no cinema contemporâneo. Diretor dos curtas-metragens "Um Conto à Deriva" e "Objetos", e curador de mostras e festivais, é também montador de diversos curtas-metragens, séries como "O Ninho", e longas-metragens como "Tinta Bruta" e "Beira-Mar, ambos de Filipe Matzembacher e Marcio Reolon, "Cidades Fantasmas", de Tyrell Spencer, e "Música para Quando as Luzes se Apagam", de Ismael Caneppele. Atualmente, monta o longa-metragem "Verlust", de Esmir Filho e trabalha no desenvolvimento de seu primeiro longa-metragem como diretor, "Barões detrás do Morro".